Atividades Interdisciplinares com Material Dourado

No contexto educacional é comum que algumas abordagens sejam constantemente exploradas para um ensino-aprendizagem mais efetivo. A interdisciplinaridade é uma delas. Se você é professor, com certeza já aplicou Atividades Interdisciplinares aos seus alunos. Mas, você alguma vez já pensou que o Material Dourado pode fazer parte disso?

Para sermos mais claros, vamos nos lembrar que a interdisciplinaridade se trata de um método educacional que combina diferentes disciplinas em um único projeto. Em outras palavras, é uma forma de ajudar os alunos a compreenderem mais de um conceito em um único exercício. Proporcionando, assim, uma visão mais abrangente do conhecimento.

Neste cenário, o Material Dourado se torna uma ponte entre a Matemática e outras disciplinas. E, muito se engana, quem pensa que somente a Geometria se enquadra nessa mesclagem, uma vez que se trata de uma área correlata.

Matérias como Língua Portuguesa, Geografia, Arte e até mesmo Educação Física, podem ser combinadas com o uso das peças douradas, promovendo uma aprendizagem mais contextualizada e significativa.

Neste artigo, você vai entender como isso é possível e ainda ter acesso a 5 sugestões de Atividades Interdisciplinares com o Material Dourado. Vamos lá?

Entendendo o Material Dourado

Antes de falarmos sobre as Atividades Interdisciplinares com o Material Dourado, é importante que você conheça um pouco sobre essa ferramenta.

O Material Dourado é um recurso didático muito usado nas aulas de matemática para auxiliar os alunos na compreensão dos mais diferentes conceitos da disciplina. Normalmente, as peças são utilizadas na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Composto por cubinhos, barras e placas, a ferramenta representa de forma concreta as unidades, dezenas e centenas. Esse tipo de referência facilita o entendimento de diversos campos da matemática como operações básicas, frações, e até mesmo resolução de problemas.

Inclusive, com o Material Dourado, é possível ensinar matemática de maneira mais dinâmica e divertida, por intermédio de jogos e atividades em grupo.

Como promover Atividades Interdisciplinares com Material Dourado?

Para promover Atividades Interdisciplinares com Material Dourado, é necessário fazer a integração da ferramenta com as demais disciplinas da grade curricular. Em um primeiro momento isso pode parecer difícil, visto que atribuímos o uso das peças apenas para a realização de cálculos.

No entanto, existem diversas formas de realizar essa integração e vamos, agora, destacar alguns exemplos. Acompanhe!

Integração do Material Dourado com a disciplina de Língua Portuguesa

Integrar o Material Dourado com a disciplina de Língua Portuguesa, é possível de diferentes maneiras. Você pode apostar em atividades que tenham como objetivo a criação de narrativas e usar as peças para representar as quantidades mencionadas nas histórias.

Outra forma é usar a Língua Portuguesa para escrever por extenso os números obtidos nos cálculos das aulas de matemática. Esse tipo de combinação auxilia tanto na compreensão dos conceitos matemáticos, como nas habilidades de leitura e escrita.

Integração do Material Dourado com a disciplina de Geografia

Na disciplina de Geografia, os alunos têm acesso ao mapa e suas localizações específicas. Inclusive, diferentes dados são apresentados quando falamos de ruas, avenidas, bairros, cidades e estados.

Neste cenário, é perfeitamente possível usar o Material Dourado para a representação visual e tangível dessas informações. As peças podem ser excelentes aliadas para marcar os locais que os alunos já estudaram e até mesmo para a construção de maquetes com casas, prédios e estabelecimentos.

Além de unir a Matemática com a Geografia, também podemos notar a inserção artística quando falamos das atividades práticas como a maquete.

Integração do Material Dourado com a disciplina de Arte

Como mencionado no tópico anterior, é super possível integrar o Material Dourado com a disciplina de Arte. Isso porque, toda e qualquer manifestação artística se engloba na matéria.

Assim, os alunos podem explorar a Matemática junto a Arte por intermédio dos padrões geométricos e esculturas matemáticas. Ou seja, é possível apostar em atividades que envolvam a fração, por exemplo.

Desta forma, ao ensinar o conceito por meio da tradicional pizza, os estudantes podem representar o alimento com as peças douradas, estimulando a aprendizagem das duas disciplinas.

Integração do Material Dourado com a disciplina de Educação Física

Parece impossível pensar em Atividades Interdisciplinares com Material Dourado que envolvam a Educação Física, não é mesmo? Afinal, a maioria das aulas dessa matéria ocorrem em quadra e são associadas ao esporte.

Entretanto, as peças douradas podem ser muito úteis na hora de medir distâncias, alturas e tempo das atividades esportivas. Desta forma, os alunos conseguem aprender os conceitos da Matemática e da Educação Física simultaneamente.

5 sugestões de Atividades Interdisciplinares com Material Dourado

Até aqui, você percebeu o quanto é possível integrar as peças douradas com as mais diferentes disciplinas, não é mesmo? Então, chegou a hora de entender como você pode fazer isso, na prática. Abaixo, você confere 5 sugestões de Atividades Interdisciplinares com Material Dourado.

É importante dizer que todas elas podem ser adaptadas conforme a série escolar que os alunos se encontram. Confira!

1. Construindo Mapas Populacionais (Geografia com Material Dourado)

Esta atividade interdisciplinar visa integrar os conceitos de Matemática e Geografia por meio de representações visuais. Para realizá-la, você pode sortear ou deixar que os alunos escolham as regiões ou países a serem estudados. Quando definidos, os estudantes terão que pesquisar os dados demográficos, como população e distribuição de áreas específicas.

Após esse passo, eles devem criar um mapa usando as peças do Material Dourado para representar esses dados visualmente. Ou seja, é possível usar os cubos, por exemplo, para referenciar os habitantes do local.

No entanto, essas representações devem ser feitas conforme os valores reais pesquisados. Isso significa que, se houver milhares de habitantes, o “cubão” deve ser usado para simbolizar o milhar.

2. Cronologia Histórica (História com Material Dourado)

O objetivo principal dessa atividade interdisciplinar é integrar os conceitos históricos em uma linha do tempo, por intermédio do Material Dourado. Para isso, os alunos precisam escolher um período histórico ou, se preferir, é possível realizar um sorteio entre grupos.

Após essa definição, eles devem identificar os eventos significativos que ocorreram no período em questão e desenvolver uma linha do tempo. Essa linha do tempo pode ser feita no papel ou de forma digital.

Depois de pronta, todos os eventos devem ser demarcados com a ajuda das peças douradas, atribuindo valores numéricos às datas. Ou seja, se determinado acontecimento teve início no ano de 1890,os blocos dourados devem fazer referência aos números 1 – 8 – 9 – 0, podendo ser com cubinhos, barras ou placas.

3. Descrição Matemática (Língua Portuguesa com Material Dourado)

Na atividade “Descrição Matemática”, os alunos irão integrar o vocabulário matemático em descrições cotidianas com o auxílio do Material Dourado. Ou seja, devem escolher uma cena cotidiana para representá-la – de preferência vivenciada na escola.

Na sequência, precisam incorporar os termos matemáticos na cena escolhida. Assim, suponhamos que a cena em questão seja a hora do intervalo. Nela, é possível falar sobre a divisão de lanches e os valores gastos na cantina, por exemplo.

Desta forma, os alunos irão representar essa cena com as peças douradas, ou seja, irão descrever a compra de um chocolate de R$ 5,00, usando 5 cubinhos. A descrição pode ser feita em editores como o Word ou folha de papel, incentivando a escrita coerente.

Ao fim, é interessante que cada aluno apresenta a sua cena cotidiana para os professores e colegas, ampliando também a sua capacidade oratória.

4. Proporções na Pintura (Arte com Material Dourado)

Unir a Arte com a Matemática é uma excelente forma de promover Atividades Interdisciplinares com Material Dourado. Nesta, o objetivo é explorar proporções nas produções artísticas.

Assim, os alunos devem escolher uma obra de arte famosa e observar suas proporções. Após a observação, eles precisam representá-las por meio das peças douradas. Inclusive, além da representação, é indicado que a turma discuta as proporções matemáticas contidas na obra com os professores e colegas, aprimorando o conhecimento sobre o assunto.

5. Registro de Atividade Física (Educação Física com Material Dourado)

Para o exercício do Registro de Atividade Física, os alunos precisam definir, junto aos professores, as metas da aula de Educação Física da semana. Ou seja, se devem pontuar em jogos, correr por um determinado período, disputar uma gincana, e assim por diante.

Durante a semana de aulas, eles precisam registrar, usando as peças douradas, toda a pontuação ou tempo de cada atividade física. Esse registro pode ser feito por intermédio de um painel de madeira ou papel, por exemplo, no qual comporte as peças.

Ao final do período estipulado, professores e alunos devem comparar as metas ao que foi registrado, explorando a relação entre tempo e intensidade. Desta forma, além de praticar os conceitos matemáticos, também irão avaliar e entender um pouco mais da saúde física.

Tudo pronto para aplicar as Atividades Interdisciplinares com Material Dourado?

Como vimos até aqui, o Material Dourado não se trata apenas de um recurso pedagógico para ensinar Matemática. A ferramenta é também uma ponte para promover Atividades Interdisciplinares na escola.

Quando falamos de interdisciplinaridade, falamos principalmente de enriquecer o aprendizado dos alunos complementando os componentes curriculares. Em outras palavras, perceber que determinado método, antes atribuído apenas a uma disciplina, pode servir para tantas outras, nos abrem os olhos para as infinitas possibilidades de ensino.

As Atividades Interdisciplinares com Material Dourado, preparam os alunos para novos desafios e os conectam com um leque enorme de novos conhecimentos. Além disso, é uma forma de proporcionar aulas mais dinâmicas e diferentes das tradicionais.

E então, tudo pronto para aplicá-las na sua turma? Lembre-se que você não precisa ser professor de Matemática para apostar nas dinâmicas com o Material Dourado. Compartilhe conosco a sua opinião sobre o assunto e dicas que possam enriquecer este conteúdo.

Boa aula e até a próxima!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.