Para que serve o Material Dourado?

Com a volta às aulas muitos pais, especialmente os de alunos de Educação Infantil e primeiras séries do Ensino Fundamental, precisam se organizar com a lista de materiais escolares. Dentre os itens dessa lista, surge o questionamento: para que serve o Material Dourado?

Ele é um item que está presente em grande parte das listas escolares e além disso, é muito indicado pelos profissionais de educação. Não apenas para o uso em sala de aula, como também para ser explorado em casa pelos pequenos.

Pensando nas possíveis dúvidas tanto das crianças, como de seus familiares, no artigo de hoje, vamos falar detalhadamente sobre o que é e qual a finalidade do Material Dourado. Acompanhe a leitura!

O que é o Material Dourado?

Antes de falarmos sobre os seus objetivos, é importante explicarmos um pouco sobre o que é o Material Dourado.

O Material Dourado constitui-se de placas, tiras e cubos de madeira. As placas de madeira possuem o tamanho de 10cm x 10cm x 1cm. As tiras têm tamanho de 10cm x 1cm x 1cm e os cubos 1cm x 1cm x 1cm. No entanto, os valores em cm são aproximados, pois podem ocorrer erros na hora da fabricação do material ou ainda produção em outros tamanhos.

Normalmente, o Material Dourado vem junto a um estojo de madeira, no qual ajuda em seu armazenamento e transporte. As placas de madeira fazem referência às centenas, as tiras representam as dezenas e os cubos simbolizam a unidade.

👉 Leia também esse outro conteúdo onde expliquei o que é Material Dourado.

Qual é o objetivo do Material Dourado?

O objetivo do Material Dourado é ajudar os pequenos a associarem os valores numéricos dos algarismos com suas quantidades. Ele segue a linha montessoriana na qual a criança descobre as coisas devido às suas experiências sensoriais.

Além disso, é uma excelente ferramenta para instigar a criatividade e a imaginação dos pequenos, sendo também um grande estímulo para que aprendam a fazer contas de forma natural.

Em outras palavras, se o professor pedir aos alunos que resolvam uma questão matemática como 20 + 30, por exemplo, eles realizarão a adição de forma manual para chegar aos resultados por meio dos cubinhos.

Uma outra forma de usar o Material Dourado é fazer a representação de números, isto é, caso seja pedido para que os pequenos mostrem o número 374, eles deverão usar 3 placas, 7 tiras e 4 cubos.

Na sala de aula, os educadores utilizam o Material Dourado para que essa associação seja feita, ou seja, para que a ideia intuitiva de soma ou subtração ocorra conforme a criança manuseia o material.

Como utilizar o Material Dourado?

Com um método de ensino muito simples e de fácil adaptação para as crianças, o Material Dourado pode ser utilizado no aprendizado de forma dinâmica. Porém, para isso é necessário que, primeiramente, as crianças façam o reconhecimento do material.

Em um primeiro momento, é fundamental que o professor permita que as crianças manuseiem todas as peças da forma que desejarem. Seja por meio de brincadeiras ou de contas simples, a manipulação deve ocorrer sem pressão por resultados.

Após isso, já é possível que sejam feitos questionamentos matemáticos para que os alunos comecem a raciocinar por meio do Material Dourado. Perguntas como: com quantos cubos formamos uma dezena? ou com quantas dezenas formamos uma centena? são excelentes para inserir os alunos no processo de aprendizagem.

Somente depois disso, pode-se criar operações matemáticas simples para que os alunos resolvam com os cubos, sendo a adição uma delas. Dessa forma, os conceitos irão se fixar no cérebro dos alunos e assim eles aprenderão de maneira mais leve.

Qual a importância de usar o Material Dourado?

Assim como já dissemos, o Material Dourado acompanha o método montessoriano e foi idealizado para seguir os mesmo princípios da educação sensorial, ou seja:

  • desenvolver a independência da criança, bem como a sua confiança em si mesma, concentração, coordenação e ordem;
  • gerar experiências concretas para auxiliar com a ampliação de abstrações;
  • fazer com que a criança percebe os possíveis erros que comete quando realiza uma determinada ação por intermédio do material;
  • trabalhar os sentidos dos pequenos de forma integral.

O Material Dourado foi criado com a finalidade de ajudar com o ensino e a aprendizagem do Sistema de Numeração Decimal-Posicional. Além disso, auxilia os alunos a efetuarem as quatro operações fundamentais da matemática. Felizmente, essa utilização evoluiu com o tempo e atualmente esse material também pode ser usado para:

  • estudo de frações;
  • conceituação e cálculo de áreas e volumes;
  • trabalho com números decimais;
  • raiz quadrada;
  • demais atividades criativas com números.

No ensino tradicional, é comum que os alunos dominem os algoritmos por intermédio de treinos cansativos. Isso quer dizer que, eles fazem as atividades propostas, porém não compreendem os objetivos. Já com o Material Dourado, a situação é bem diferente: as relações numéricas passam a transmitir uma imagem concreta, facilitando o entendimento.

Desta forma, além da compreensão dos algoritmos, as crianças também desenvolvem melhor raciocínio e ainda são mais atraídas pelas aulas que passam a ser mais agradáveis e dinâmicas.

Que tipos de atividades podem ser realizadas com o Material Dourado?

O trabalho com o Material Dourado já começa quando a criança faz o reconhecimento da ferramenta. É neste momento, como falamos brevemente nos tópicos anteriores, que elas realizam as suas descobertas e estabelecem relações.

Em seguida, são inúmeros os exercícios que podem ser dispostos para se alcançar resultados favoráveis. A estimulação da compreensão dos conceitos fundamentais para uma boa aprendizagem são incluídos não somente por operações e representações numéricas, mas por atividades como:

  • nomenclatura e correspondência: nesta atividade o objetivo é que as crianças aprendam os nomes corretos das peças do Material Dourado. Elas devem responder a questionamentos estabelecidos pelo professor, escrevendo ou falando a nomenclatura correta;
  • montagem de peças: um exercício no qual os alunos construam coisas a partir da montagem com peças. A finalidade é que consigam conhecer melhor o material e ter noção de quantos cubos são necessários para se montar uma barra, por exemplo;
  • ditado: nesta dinâmica, o professor dita o número e os pequenos o representam por meio do Material Dourado;
  • troca de peças: nesta atividade as crianças realizam trocas, ou seja, junta-se 10 cubinhos e troca-se por uma barra. Da mesma maneira, trocam-se 10 barras por uma placa. Assim, elas adquirem a noção de agrupamento;
  • jogos livres: também é possível deixar que os pequenos criem seus próprios jogos, fazendo com que desenvolvam criatividade e trabalhem em grupo.

Entendeu para que serve o Material Dourado?

Até aqui, pudemos ver que as atividades são infinitas. Além das orientadas pelos educadores, os próprios alunos devem ser estimulados a fazer o uso do Material Dourado individualmente e sem orientações.

É fato que a ferramenta existe para tornar as aulas de matemática mais divertida e mecânica. Contudo, o material também pode ser usado em outras disciplinas, bem como em momentos livres, como intervalo, aulas vagas, atividades extras, e assim por diante.

Além disso, as crianças podem utilizá-lo em casa, com a coordenação dos pais ou de maneira independente para criar ainda mais afinidade com o material.

Com o Material Dourado, as relações numéricas que até então eram abstratas passam a transmitir uma imagem mais concreta, facilitando a compreensão. Obtêm-se, portanto, um maior desenvolvimento de raciocínio e ainda um aprendizado mais divertido.

Comenta aqui se este conteúdo foi útil para você e não se esqueça de compartilhar com pais e profissionais da educação para que o Material Dourado possa ser ainda mais explorado. Até a próxima!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.